Fictional Boyfriend Book Tag

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago uma tag que todo mundo já fez, mas que é meu sonho (apesar de saber que vai ser muito difícil escolher um só para cada categoria) fazer! Espero que gostem!

1- O namorado mais romântico

A primeira pergunta já chegou pra f**** comigo. Depois de pensar absurdos escolhi simplesmente todos os meus crushs literários porque não tinha como escolher um só haha!

download-14

2- O bad boy misterioso que no fundo é bonzinho
Não pude pensar em ninguém além do Lucas, de Easy, que apesar de parecer frio e distante, é um rapaz super fofo, atencioso e apaixonante.
download (15).jpg
3- O namorado paranormal
Apesar de serem vários crushs paranormais, escolhi o mais fofo, que primeiro me veio à mente, Jordan Kyle, de Instrumentos Mortais, um lobisomem da Praetor Lupus.
4- O namorado que você quer domar
A lista é grande, a indecisão também, então decidi escolher Rush Finlay, que mesmo que já tinha sido domado, no início da série Rosemary Beach, me fez querer dar uns tapas nele e fazê-lo se acalmar, quando o assunto eram mulheres. (Não podemos esquecer também a resposta mais óbvia, o love, Travis Maddox vulgo amor da minha vida).

 

5- O cara na friendzone
download-17
Belo Desastre vai estar bem presente nessa tag por razões óbvias, mas não pude deixar de lembrar (apesar de haverem inúmeras opções) do Parker, que levou um pé na bunda tão grande, seguido de um pedido de amizade, que friendzone é pouco pra descrever.
 6- Sua alma-gêmea4893e1bf0034c98d44e3cf42171b974b.jpg
Pra mim, todos são almas-gêmeas, até porque libriano é um tipo de pessoa que adere a múltipla escolha, não é mesmo? Para esse, escolhi o Hartley, de The Year We Fell Down, que é a pessoa mais maravilhosa, fofa e ai meu Deus desse mundo.
c8bebbda4c5b4a4142f4d405817a676e.jpg
7- O namorado com quem você fugiria
Com certeza o Day de Legend poderia me levar pra qualquer lugar, eu iria sem pensar duas vezes.
8- O namorado que você arriscaria ir a qualquer lugar
rodrigo bett.jpg
Liam Quinn, de coração perverso, é o tipo de namorado que você encaixa desde um restaurante bacana, até uma produção de Romeu e Julieta <3.
9- O namorado que você gostaria que estivesse em uma ilha deserta com você
download-18
Taylor Maddox seria o que eu levaria para uma ilha deserta, porque ele é bombeiro (veio na cabeça a música do bombeiro agora) então ele manja das coisas dos salvamentos da vida, e a gente ia se amar lá e ele iria nos salvar se necessário haha.
10- O namorado fodão
Dominic Slater é o namorado fodão, assim como Travis, Trenton, Tyler, Tripp Newarck, Jace Wayland, Will Herondale, Jem Carstairs, Day, Daniel, Tristan, Logan, Miles, Cash, Gavin, Aspen, Rush, Grant, Woods, Victor, Frederik, Holder, Lucas, Boyce, Mase, Hartley, Ezio, Levi, Wes e tantos mais que eu nem lembro, mas que a sua maneira, são f****.
Essa foi a tag, espero que tenham gostado, nos sigam no Instagram e no blog!
INSTAGRAM DO BLOG:@unicorniodepapel

Resenha:The Space In Between

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha do último livro de Brittainy C. Cherry que eu li (chorando porque não tem mais nenhum). Já temos resenhas de outros livros da autora aqui no blog!

18039226.jpg

Título: The Space In Between

Série: The Space In Between #1

Autora: Brittainy C. Cherry

Editora:B. C. Cherry Books

Número de páginas:292

Andrea Evans está traumatizada depois da morte de seu noivo, e acredita ser culpa sua. Por isso, sai de sua cidade natal, e vai para Nova Iorque, em busca de seu sonho de se tornar dançarina, e também para fugir dos comentários e olhares de sua pequena cidade.

Cooper Davidson é um fotografo famoso, conhecido por seus reality shows, constantemente perseguido por paparazzi, que passou algum tempo em uma clínica para pessoas com distúrbios mentais, e tem uma esposa grávida que o traiu.

Os dois se encontram no clube de strip-tease em que Andrea trabalha, e se lembram um do outro, instantaneamente. Cooper também se lembra que um dia, foi apaixonado por Andrea, quando os dois eram crianças, mas a perdeu para seu noivo falecido.

“-Eu vou estar melhor amanhã.

-Não, não vai. Mas tudo bem… eu te espero.

-Por quanto tempo?

-Quanto tempo vou esperar? Pegue o sempre e multiplique-o pelo infinito. E então eu vou esperar um pouco mais.”

Os dois acabam fazendo um acordo, em que tentarão tirar a dor um do outro, ou pelo menos aliviá-la, pelo tempo que quiserem e conseguirem. Quando um estiver pronto para seguir em frente, o outro terá que deixar, sem grandes complicações. E a maiot regra de todas é: nenhum dos dois pode se apaixonar pelo outro.

“Andrea. Aqui é o caos. Que nós dois conhecemos muito bem. E por aqui…” O dedo indicador da mão direita apontou para cima. “Por aqui é Ordem. Vou assumir que nós dois estamos muito longe da Ordem, contudo nós já atingimos o fundo do poço do caos. Assim, que tal nós apenas explorarmos o espaço entre os dois?”

O mais engraçado do livro, é essa história de acordo. Há algumas coisas parecidas em outros livro que já li, e como sempre, um acabará se apaixonando pelo outro. Com um nível de intimidade tão grande, é inevitável que um se apaixone pelo outro.

Cooper é extremamente fofo e gentil. Apesar de todos os problemas pelos quais passou, não muda seu jeito de ser, principalmente com Andrea. Também a apoia e tenta reerguê-la o máximo possível, o que só melhorou minha opinião sobre ele.

Andrea não é minha personagem favorita criada por Brittainy, mas não deixa de ser encantadora em muitos sentidos. Seus sentimentos, são mostrados de uma forma extremamente viva e complexa, uma das maiores características de Brittainy em suas obras.

O livro é um pouco maçante no começo, mas depois que o envolvimento de Andrea e Cooper começa, é impossível parar de ler!

Outras resenhas da autora:

Sr.Daniels

The Air He Breathes

The Fire Between High and Lo

Art & Soul

Estrelinhas:

4

Link para aquisição:

Amazon (Kindle Edition)

Resenha: Art & Soul

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje, depois de três semanas meio desaparecida por aqui, trago resenha de mais um livro fofinho de uma autora muito fofinha, que aparece por aqui constantemente! (Obviamente, estamos falando de Brittainy C. Cherry, não é mesmo? Já temos resenha de alguns dos livros dela aqui no blog!).

73 Art &amp; Soul - Brittainy C. Cherry

Título:Art & Soul

Autora:Brittainy C. Cherry

Editora:B.C. Cherry Books

Número de páginas:427

Aria Watson não é o tipo “normal” de garota que se espera encontrar no ensino médio nos Estados Unidos. É a garota que passa despercebida, mesmo tendo um irmão popular. Mas em pouco tempo, tem todas as atenções viradas para sua cabeça, ao ficar grávida aos 16 anos.

Levi Meyers é um garoto extremamente sorridente, que ilumina a todos com seu sorriso e bom humor. Porém, em seu interior, há uma tempestade de pensamentos e dúvidas constantes, especialmente em relação à sua família problemática.

Aria tem suas reservas e receios em relação a Levi, e a qualquer outro garoto que não seja seu melhor amigo, Simon, o que acaba deixando Levi mais intrigado e determinado a desvendar essa garota.

Os pais acabam sendo um empecilho e uma força maior, que acaba por distanciar os dois diversas vezes, mas não diminuem o sentimento presente nos corações de seus filhos.

“Nós nos beijamos com o medo. Nós nos beijamos com raiva. Nós nos beijamos com tudo o que tínhamos dentro de nós. E então nos beijamos um pouco mais. Nós ficamos cansados juntos, criando nossa própria arte. Nós nos tornamos a obra-prima das almas solitárias. As cores de ambos os nossos olhos sangraram, sabendo que, por vezes, as mais belas peças de arte foram criadas a partir da mais escura das almas.”

O livro apresenta uma enorme dose de sentimentos, como em todo livro de Brittainy, porém, dessa vez, tratando de assuntos polêmicos, que são a gravidez na adolescência e divórcio, que apesar de serem frequentes e presentes na atualidade, ainda assombram muitas famílias, em todos os lugares do mundo.

O mais interessante, é a presença da arte no livro (como o próprio nome já diz). Sempre, nos livros de Brittainy, os personagens tem algum dom, uma habilidade muito bem desenvolvida que acaba por influenciar em sua personalidade, maneira de lidar com emoções, acontecimentos e etc.

Aria é artista, e adora pintar, se inspirar em grandes nomes da arte antiga.

Levi, desde sempre, aprendeu a apreciar música e instrumentos, o que é frequentemente mostrado no livro, principalmente em seu relacionamento com Aria.

De novo, Brittainy provou que até sua lista de compras é digna de ser lida. Suas histórias, que emocionam tantas pessoas por tantos lugares, tem um lugar especial em meu coração <3.

**O livro, The Air He Breathes (no Brasil, O Ar Que Ele Respira), tem lançamento previsto para 24 de junho de 2016 aqui, e sairá pela editora Galera Record!

O Ar que ele respira

Estrelinhas: 5 +<3

Link para aquisição:

Amazon

INSTAGRAM DO BLOG:@unicorniodepapel

Resenha: The Fire Between High And Lo

Olá meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha do segundo livro da série Elements, de Brittainy C. Cherry, autora de Sr. Daniels e The Air He Breathes! Se você não leu as resenhas desses livros, clique aqui!download (5)

Título: The Fire Between High and Lo

Série:Elements #2

Autora: Brittainy C. Cherry

Editora:B.C Cherry Books

Número de páginas:324

O livro conta a história de Logan (Lo) e Alyssa (High). Os dois são completamente diferentes mas completamente iguais. Alyssa tem problemas com a mãe, que despreza seu amor pela música e todas suas escolhas. Logan tem uma mãe viciada em drogas, submissa à seu pai, um homem malvado e nojento, que a faz se sentir mal consigo mesma e que machuca os dois, tanto física quando psicologicamente.

Logan e Alyssa se conhecem no mercado onde ela trabalha, quando ele não tem dinheiro para pagar pelo mínimo de comida possível. Alyssa paga para ele, e acabam se tornando melhores amigos.

Algum tempo depois, os dois se dão conta de que se amam, mas as diferenças acabam impedindo que os dois realmente confessem o que sentem pelo outro.

“Dei de ombros.

Ela encolheu os ombros.

Eu ri.

Ela riu.

Eu separei meus lábios.

Ela separou os dela.

Me inclinei.

Ela se inclinou.

E então nós começamos tudo de novo.”

Após um tempo, os dois acabam se separando,e cinco anos depois voltam a se ver. Todos os sentimentos que estavam adormecidos e guardados nas profundezas de seus corações vêm à tona, e nem um nem outro podem mais controlar o que sentem.

“Quando ele sentia que ia chorar, as lágrimas sempre vinham dos meus olhos.

Quando seu coração queria quebrar, o meu se despedaçava.”

Logan e Alyssa tentam parar o que quer que esteja acontecendo entre os dois, por causa de seus irmãos, que passam por muitas dificuldades e precisam de apoio, mas seus corações são mais fortes e exigem mais e mais de cada um.

Cada livro de Brittainy me surpreende mais. A maneira que ela consegue tocar as pessoas, com as palavras e sentimentos simples, a maneira como descreve as reações humanas à várias situações usando elementos da natureza e dela mesma, só faz com que eu ame mais e mais suas histórias.

A narrativa e leve e envolvente, os personagens cativantes e apaixonantes, apesar de todos os seus problemas e questões pessoais. Livros fáceis de serem lidos, que te deixam ansioso por qualquer outra coisa que essa mulher escreva.

Logan é engraçado, fofo e apaixonante, com sua sinceridade e lealdade àqueles que ama. Não se importa de sair machucado de uma situação, para poder proteger outra pessoa, especialmente se essa pessoa tiver um lugar especial em seu coração, como Alyssa, e seu irmão Kellan.

Alyssa não é a típica protagonista que encontramos em outros livros (não estou falando dos outros livros da autora). Ela carrega problemas e questões muito mais complicados e profundos do que qualquer outra menina de sua idade.

A passagem de tempo que ocorre no livro nos permite ver a mudança e o progresso dos personagens, o quanto evoluíram com os anos e com as situações que a vida lhes impôs.

Os livros dessa série não tem qualquer conexão entre si, então você pode começar tanto do primeiro quanto do segundo, que não afetará sua leitura (no caso, estou falando de spoilers). Cada livro tem como base um elemento da natureza. Até agora, temos ar e fogo.

O terceiro livro, The Silent Waters, já está em processo de escrita!

Estrelinhas: 5 ❤

Links para aquisição:

Amazon

Leituras de Março

tumblr_m05x6tbKCV1qeznx9o1_500.png

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago para vocês as minhas leituras mais recentes (do mês de março, já que eu sou bem lerdinha, não é mesmo?).

P.s.:A maioria dos livros já tem resenha aqui, e o link vai estar aqui no post!

1-Num Piscar De Olhos

download (1)

Foi o primeiro concluído do mês, que eu estava lendo desde o meio de fevereiro, mas tinha parado por causa das provas. Porém, quando peguei novamente, li super rápido e me apaixonei mais ainda pelos personagens. Mal posso esperar pela história de Beppe e Gia, dois personagens presentes no livro. Se quiser ver a resenha, clique aqui.

2-The Air He Breathes

25564446

Admito que enrolei para ler esse livro, porque achava a capa meio assustadora (uma ótima mentalidade para quem tem  14 anos), e me arrependi mas não me arrependi de ter lido antes, porque a história é muito boa e envolvente, e merece ter um tempo dedicado só para ela. Se quiser ver a resenha clique aqui <3.

3-The Year We Fell Down

20896313

Essa com certeza foi uma das melhores leituras do mês e da vida! Eu amei esse livro por inteiro, sem deixar nenhum pedacinho de fora (a Stacia talvez tenha ficado de fora sim). Não tenho nem como expressar o quanto quero ler o resto dessa série! Se quiser ver a resenha, clique aqui <3.

4-Mais Uma Chance

Mais uma Chance capa em alta

Esse livro me destruiu totalmente. Ainda não sou capaz de falar muito sobre ele, por isso não fiz resenha, e porque não fiz resenha do resto da série, então não fazia sentido começar por isso. Só posso dizer que quero muito o livro de Tripp e Bethy, que sai aqui em Junho pela editora Arqueiro. E Grant ganhou um lugar especial no meu coração depois desse livro <3.

5-Meu Romeu

download (2)

Só li livros destruidores de lares, agora que olhei de novo hahahah. Esse foi outro que eu enrolei muuuuuuito para ler, mas que acabei lendo na hora certa, e acabei aproveitando muito mais do que se tivesse lido antes <3. Também é uma das resenhas que as pessoas mais gostam aqui no blog, então se você ainda não viu, clique aqui.

Esse foi o post (extremamente aleatório) e eu espero que vocês tenham gostado! Me sigam no GoodReads, eu estou sempre atualizando minhas leituras lá! Clique aqui se quiser ver meu perfil fofinho no GoodReads!

INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Resenha: The Air He Breathes

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha de um livro que li recentemente, da mesma autora de Sr. Daniels.

25564446

Título:The Air He Breathes

Série:Elements #1

Editora: B. C. Cherry Books

Número de páginas:308

O livro contará a história de Tristan Cole e Elizabeth . Os dois sofreram perdas horríveis e aprenderam a lidar com elas de formas completamente diferentes. Tristan perdeu a mulher e o filho em um acidente de carro. Os dois eram a sua razão de vida, que lhe foi tirada de maneira trágica e repentina. Elizabeth (Lizzie) perdeu o marido, também num acidente de carro, ficando somente com sua filha de cinco anos, Emma.

Tristan se afastou de seus pais e do resto de sua família, indo morar em uma cidade pequena, se isolando de todos, exceto seu cachorro Zeus, que o ajudou a viver com a dor da perda. Elizabeth passou um longo período na casa de sua mãe, uma mulher que se aproveitava de homens para se sustentar, após a morte de seu marido.

“Às vezes, a parte mais difícil de existir sem seus amados, era lembrar como respirar”

Quando Lizzie volta para sua cidade, todos a avisam sobre um vizinho estranho, que não fala com ninguém e que se mantêm afastado de todos.

Os dois começam uma “amizade”, quando Lizzie tenta cortar a grama de seu quinral, sem muito sucesso, e Tristan aparece e o faz, reclamando que ela está fazendo muito barulho.

Nas poucas vezes que se falam  de início, Tristan sempre é grosso e fechado, deixando Elizabeth com raiva, pois ela quer se aproximar, mas ele não permite.

“- A morte muda as coisas.

-Muda tudo.

– Me desculpe por ter te chamado de monstro.

– Está tudo bem.

– Como? Como pode estar tudo bem?

– Porque foi assim que a morte me mudou, fez de mim um monstro.”

A ligação dos dois é quase inexplicável. Se identificaram, por terem perdido o amor de suas vidas, suas razões para respirar.O livro mostra a morte, a dor da perda, a um nível completamente diferente. Mostra um romance nada convencional, com obstáculos físicos e psicológicos.

A narrativa é simples, muito gostosa de se ler, que te leva a reflexões inesperadas. O final te deixa angustiado para que tudo dê certo para esse casal. Apesar de ser um livro triste e profundo, tive muitos ataques de riso em várias partes, e li bem rápido, em menos de 24 horas!

O segundo livro, The Fire Between High and Lo, está sendo lançado hoje no exterior, e espero fazer resenha dele em breve!

26615962

A editora Galera Record também disse que o primeiro livro será publicado neste primeiro semestre aqui no Brasil!

Links para aquisição:

Amazon

INTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel