Resenha: Um Novo Amanhã

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha de um livro super fofo de uma autora que já teve livros resenhados aqui no blog! Como são muitos livros, vou deixar os links das resenhas lá embaixo!

9788580415124

 

Título:Um Novo Amanhã

Título original: The Next Always

Série:A Pousada#1

Autora:Nora Roberts

Editora:Arqueiro

Número de páginas:320

Em Um Novo Amanhã, somos apresentados aos irmãos Montgomery: Becket, Owen e Ryder. Os três irmãos trabalham como empreiteiros, marceneiros e arquitetos, dando continuidade à empresa do pai, que morreu anos antes.

”Os homens são meninos em pacotes maiores “.

Os irmãos estão trabalhando na reforma de um dos prédios mais antigos da cidadezinha de Boonsboro, trabalhando para construir uma pousada e dar vida ao prédio, que além de tudo, tem um fantasma com aroma de madressilvas.

Neste livro, é contada em foco a história de Becket Montgomery, o mais novo dos irmãos, arquiteto da família. Apesar de ter vivido por um tempo longe de Boonsboro, Becket nunca perdeu as raízes que o ligavam ao lugar, principalmente as do seu coração, que desde que se lembrava, fora de Clare Brewster.

“Formadas por rochas das colinas e dos vales erguiam-se como testemunhos do desejo – tão comum ao ser humano – de deixar uma marca, de construir e criar.

Clare, a mais jovem viúva e dona da livraria de Boonsboro, voltou à cidade após a morte de seu marido, um militar morto no Afeganistão. Mãe de três meninos espertinhos, não pensa mais em ter um relacionamento, assim como Becket, que ficou tão atarefado com o trabalho e as responsabilidades, que não teve mais tempo para nenhuma mulher além de sua mãe.

“Em toda a sua história com as mulheres, Clare Murphy Brewster era a única que o deixava atordoado e confuso.

“Sempre se saíra bem com mulheres. Provavelmente porque gostava de tudo nelas, do jeito estranho como suas mentes funcionavam. De uma bebê até uma velhinha, apreciava-as pelo que eram.”

Os dois acabam se reaproximando quando Clare começa a ajudar no projeto da pousada, fazendo com que Becket se lembre que está tão apaixonado pela colega quanto nunca.

“Ser abraçada, ser tocada. Sentir e deixar que a sentissem. A sensibilidade entorpecida pelas circunstâncias e pelas obrigações voltava a se inflamar e acordar para a vida.”

Apesar de terem um bom “relacionamento”, Clare se incomoda, já que sempre fez as coisas por si mesma, sem ajuda, e a presença e vontade de Becket de ajudá-la, fazem com que a relação dos dois estremeça, em certo ponto.

Além de tudo, há o fato de que Clare tem três filhos pequenos, que apesar de encantadores, muitas vezes fazem com que Becket e sua amada repensem as circunstâncias de sua relação.

E mais ainda, Clare tem que conviver com uma espécie de admirador secreto nada secreto, que ameaça sua segurança e a de seus filhos.

Nora Roberts já havia me conquistado com a série Quarteto de Noivas (que já foi resenhada aqui no Blog), e depois de ler a sinopse de Um Novo Amanhã, já me vi encantada somente pela ideia dessa nova trilogia.

Sempre que desenvolve histórias que envolvem trabalho em conjunto, é muito interessante ver a construção de cenário e dos personagens. Tudo no livro faz com que você não queira parar de ler!

Os irmãos Montgomery são incríveis. Engraçados, protetores e responsáveis, te fazem querer pegar o próximo avião com destino à Maryland, onde fica Boonsboro. Clare e suas amigas também trazem muita leveza e humor a história, tornando tudo ainda melhor.

Estrelinhas: 5+ ❤

LINKS PARA AQUISIÇÃO:

Amazon

Submarino

Americanas

Livraria Cultura

Outras resenhas da autora:

Álbum de casamento (Quarteto de Noivas #1)

Mar de Rosas (Quarteto de Noivas #2)

Bem-Casados (Quarteto de Noivas #3)

Felizes Para Sempre (Quarteto de Noivas #4)

INSTAGRAM DO BLOG:@unicorniodepapel

Resenha: Bem-casados

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha do terceiro e penúltimo livro da série Quarteto de Noivas, de Nora Roberts! Se você não leu, ou não viu as resenhas anteriores, clique aquidownload (6)

Título:Bem-casados

Série:Quarteto de Noivas #3

Autora:Nora Roberts

Editora:Arqueiro

Número de páginas:280

Esse livro contará a história de Laurel McBane, uma das sócias da Votos, empresa criada por ela e por suas amigas, Emma, Mac e Parker.  Laurel é a confeiteira da empresa de casamentos.

Desde sempre, por terem convivido muito tempo juntos, Laurel escondeu uma forte paixão por Delaney (Del) Brown, o irmão de sua melhor amiga, Parker. Mas, mesmo depois de tanto tempo de convivência, não conseguiu admitir seus sentimentos, já que sabe que ele a considera como uma irmã.

Del é advogado da Votos, e se sente responsável, não só por sua irmã, mas por suas outras três amigas. Sua postura, um tanto quanto paternal, começa a gerar brigas entre ele e Laurel.

“Você quer segurança? Compre um cachorro. O amor foi feito para ser assustador.”

Com as brigas, a química entre os dois, que estava há muito tempo acesa, mas em fogo baixo, acaba acendendo e esquentando muito muito mais, e os dois não sabem se serão capazes de se conter ou se controlar.

Laurel e Del são como cão e gato. Brigam muito, por um ter um orgulho maior que o outro, mas sempre acabam se acertando no final.

Os dois passaram por muito na vida, e lutaram muito para chegar onde estão, o que os deixa meio receosos em relação à seus sentimentos, principalmente por sempre terem sido tão próximos.

“Eu a amei durante toda a vida, e isso foi fácil. Não sei , não com certeza , há quanto tempo estou apaixonado por você, mas sei que isso não é tão fácil. Mas é certo e é real, e não quero que seja fácil. Quero você.”

Del é extremamente engraçado e protetor, às vezes na medida certa, às vezes mais do que o necessário, o que faz com que ele e Laurel tenham suas diferenças e discussões, em boa parte do livro.

Laurel sempre teve dificuldades, tanto financeiras quanto em relacionamentos, especialmente com seus pais, o que a fez lutar mais ainda para conseguir seu emprego e sua posição na vida. Del a admira por isso, mas com duas personalidades fortes juntas, eles batem de frente sempre que possível.

“Ela não era apenas uma mulher interessante e atraente. Era Laurel. A forte, inteligente, divertida e resiliente Laurel MacBane. Tinha muitas das qualidades que ele admirava em uma mulher – e tudo em um pacote sexy.”

De novo, percebemos aquela mesma rotina esperada e gostosa de Nora Roberts, pelo menos nessa série, em que os protagonistas flertam, ficam juntos, se separam, e acabam tudo com um pedido de casamento extremamente fofo. Novamente, não é algo negativo, mas nos mostra o que esperar.

O que gosto nessa série, é que os personagens, já em idade adulta, tem uma vida normal, com trabalho, responsabilidades e tudo mais, e que mostra um pouco da vida adulta, e do que esperar, pelo menos do meu ponto de vista. Como a diferença entre a idade deles e a minha é até grande, é muito divertido conhecer suas histórias.

Apesar de discutirem muito, são um dos casais mais fofos da série. Os dois se complementam de uma forma inexplicável, que deixa o leitor querendo mais e mais.

Também é muito divertido e gostoso ver a relação entra as sócias da votos, e como uma complementa o trabalho da outra. Isso sem falar nas amizade de todas, que é espetacular <3.

Links para aquisição:

Amazon

Submarino

Saraiva

Fnac

Estrelinhas: 4

INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Resenha: Mar de rosas

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha do segundo livro da série Quarteto de Noivas, de Nora Roberts. Então, se você não leu a resenha do primeiro, clique aqui.mar-de-rosas

Título: Mar de rosas

Série: Quarteto de Noivas #2

Editora: Arqueiro

Autora: Nora Roberts

Número de páginas:287 

O livro contará a história de Emmaline Grant, mais conhecida como Emma. Ela faz parte da Votos, empresa organizadora de casamentos que abriu com suas amigas, Parker, Mac e Laurel. Ela é responsável pela decoração e pelas flores de todos os casamentos.

Emma cresceu ouvindo a história de amor de seus pais, e acabou se tornando uma mulher extremamente romântica, com um sonho desde criança: dançar sob a luz do luar, em um jardim, com o amor de sua vida.

Jack é um arquiteto muito bem sucedido, extremamente charmoso, que conquista mulheres por onde passa, porém, é completamente desacreditado quando o assunto é amor, devido a separação de seus pais quando ainda era um garoto.

Os dois se conhecem desde sempre, já que Jack é amigo do irmão de Parker, amiga de Emma e fundadora da Votos. Todos sempre viveram como família, então a atração que Emma e Jack sentiam nunca foi revelada, até certo ponto.

“Fazer sexo não é a mesma coisa que dar um beijo na escada. Mesmo que seja um beijo incrível. Então, temos que pensar duas vezes antes de decidir qualquer coisa. Eu me recuso a deixar de ser sua amiga, só porque agora adoraria que estivesse nu, Jack. Você é muito importante para mim.”-Emma.

Os dois começam uma espécie de relacionamento sem rótulo, apenas aproveitando o tempo juntos, porém Emma sabe que seus sentimentos estão a crescer, e ela tem medo que Jack não esteja na mesma página que ela, então aceita o que ele está disposto a lhe dar.

“Viver comigo. Acordar comigo, plantar flores para mim e provavelmente me lembrar de regá-las. Vamos fazer planos e muda-los à medida que o tempo for passando. Vamos construir um futuro. Vou lhe dar tudo o que eu tiver e, se precisar de mais alguma coisa, vou buscar e lhe dar também.”

A partir desse livro percebemos uma espécie de padrão na série: apresentação dos fatos, primeiro beijo do casal, confusão, relacionamento, término temporário, pedido de casamento. Não é algo negativo, só nos mostra o que esperar.

A leitura desses livros é muito gostosa e simples, te envolvendo facilmente na história e nos personagens. Os cenários e acontecimentos te fazem viajar pela própria imaginação. É impossível terminar os livros e não querer conhecer a Votos e seus integrantes <3.

Eu estava especialmente ansiosa por esse livro, já que a Emma é uma das minhas personagens favoritas da série, e por ela ser o total oposto de mim. Chega a ser engraçado aonde a imaginação dela a leva, juntando o fato de que ela é extremamente romântica, fazendo a leitura mais leve ainda e muito divertida.

Gostei muito muito do Jack, porque ele é o típico bad boy charmoso, que acaba sendo domado, mas admito que muitas vezes ele me irritou, com sua indiferença em muitas situações e por achar que não havia esperança no amor. Mas apesar de tudo, me conquistou em várias partes <3.

Quarteto de Noivas segue as estações do ano, tomando isso como base para cada romance,  juntamente com a profissão de cada personagem, na Votos ou não. Também é o tipo de série que se quer esquecer, para poder ler tudo de novo e se surpreender a cada livro novamente <3.

Estrelinhas:4

Links para aquisição:

Amazon

Submarino

Saraiva

Americanas

INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

 

 

Resenha:Álbum de casamento

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Trouxe resenha de um livro fofo, extremamente engraçado e super no clima de casamento (obviamente, olhem o título).

download (8)

Título:Álbum de casamento

Série:Quarteto de noivas #1

Autora:Nora Roberts

Editora:Arqueiro

Número de páginas:279

O livro vai contar a história da Mac, uma fotógrafa,que desde pequena brinca de casamento com as suas melhores amigas. Ela tinha um certo medo de se apaixonar, depois de ver sua mãe trocando de marido o tempo todo.

Ela e suas amigas, Parker, Emma e Laurel têm uma empresa especializada em casamentos, chamada Votos, que foi fundada na mansão dos pais de Parker. Ela vive na antiga casa da piscina, que foi reformada e transformada num estúdio.

Depois de um dia exaustivo,um pequeno “acidente” ocorre na frente de sua casa,e ela acaba saindo sem blusa,na neve, para ver o que aconteceu. Ela acaba encontrando Carter Maguire, um antigo conhecido de escola;irmão de uma das noivas da Votos; e que sempre teve uma quedinha por Mac, mas ela nunca desconfiou.

“Ela ficou de pé e estendeu a mão para ajudá-lo. Ele sentiu o coração disparar mais uma vez quando as mãos dos dois se tocaram. E,assim que se levantou,sentiu a cabeça latejar no mesmo ritmo.”-página 30.

Os dois iniciam uma espécie de relacionamento, quando a mãe de Mac a deixa muito nervosa com seus dramas, e ela acaba bebendo para se acalmar. Carter aparece e a leva para um passeio descontraído na neve, e os dois acabam se beijando.

“O que imaginara aos 17 anos tornou-se realidade aos 30. O gosto dela,a sensação. Aquele instante de lábios e língua,e o sangue esquentando. No silêncio da neve caindo,na quietude essencial,o s da respiração entrecortada dela irrompeu dela como um trovão”-Página 40.

Os dois iniciam um namoro,mas Mac não sabe o que sente, e Carter quer que ela perceba que às vezes , os defeitos das pessoas as tornam especiais.

Ele não é o tipo dela. Professor de inglês, faculdade em Yale, doutorado e usa paletó de tweed.

O livro é narrado em terceira pessoa,mostrando ponto de vista dos dois e de alguns amigos,dependendo da situação e da cena. A leitura é fácil e gostosa, sem muitas palavras difíceis, e os acontecimentos fazem com que você queira ler mais e mais, acabando o livro rapidamente.

Gostei muito do livro, é uma história gostosa e muito fofa de se ler, foi bom ver uma coisa diferente, um romance com personagens bem mais velhos que eu, e me mostrou que podemos criar nossas próprias lembranças boas.