Tag #diferentona

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago uma tag que achei muito divertida, que vi no blog Leituras e Gatices.

1. Só eu que li? – Um livro que a maioria das pessoas desconhece, mas você leu.
A Falsa Princesa, de Elis O’Neal, é um livro muito bom, que eu li há três anos, mas nunca vi nenhuma resenha, nem comentário sobre ele, e a história é incrível, muito diferente das fantasias atuais.
2. Só eu que não gostei? – Um livro aclamado, menos por você.
Muita gente que eu conheço falava muito bem de Métrica, e eu não vi nenhum comentário ruim sobre ele até hoje, mas não achei tudo isso. É um livro bom, mas a protagonista não me agradou, com uma personalidade muito infantil entre outras coisas.
3. Só eu que vi apenas o filme? – Um livro que você quer muito ler, mas só assistiu ao filme.
Eu tenho muito medo de dizer isso, especialmente sendo uma das séries mais famosas que conheço. Nunca li Harry Potter, e mal assisti aos filmes. Tenho muita vontade de ler (até porque é Harry Potter) mas sempre acabo colocando outras coisas na frente.
4. Só eu que não li nada dele(a)? – Um autor famoso de quem você nunca leu um livro.
Apesar da pergunta anterior responder bem a esta também, eu nunca li nada de Jane Austen, embora tenha muita vontade, e pretendo começar com Orgulho e Preconceito assim que possível.
5. Só eu que gostei do malvado? – Um livro com um vilão (ou não-herói) pelo qual você torceu mais do que pelo mocinho.
Antes de tudo, amo o Rodrigo de Minha Vida Fora de Série, é um dos meus mocinhos preferidos. Mas ainda não achei uma pessoa que não gostasse do irmão dele, o Marcelo, que é o crush da Priscila no comecinho do primeiro livro. Sinto em admitir que torci um pouco mais por ele no início haha.
6. Só eu que acho que panela velha é que faz comida boa? – Um livro já desgastado, mas que você ama.
Meu livrinho querido Desastre Iminente, que está só o pó de eu andar com ele para todos os lugares, mas eu adoro ele com todo o coração <3. Sem falar de Travis Maddox, né minha gente??
7. Só eu que leio nacionais? – Um autor nacional que você adora.
Não leio muitos nacionais, não por preconceito, mas por preguiça mesmo hehe. Mas três autoras que gosto muito são Paula Pimenta, Babi Dewet e Bruna Vieira. Os livros delas tem aquele toquezinho brasileiro, misturado com viagens, música e muito mais, que os fazem únicos.
6. Só eu que amo clássicos? – Um livro clássico que você gostou.
Quando li uma adaptação de Odisseia, para a escola, me surpreendi por ter gostado tanto de um livro clássico, algo que eu nunca tinha pensado em ler (principalmente quando se tem 11 anos).
7. Só eu que li antes de virar filme? – Um livro que foi/vai ser adaptado para o cinema e você leu antes.
A Culpa é das Estrelas e Cidades de Papel foram livros que eu corri para ler antes que fossem lançados os filmes – mesmo que eu não tenha ido ao cinema assistir hehe.
8. Só eu que odiei o (a) principal? – Personagem principal que você odiou.
Eu sou muito chata, especialmente com personagens principais. Mas uma das que eu odiei desde o começo foi a Abby Abernathy, de Belo desastre. Ô menininha chata. Me sinto melhor em saber que não fui a única que entrou no clube Odiamos Abby.
Essa foi a tag, espero que tenham gostado! Não coloquei imagens porque não gosto muito das minhas tags com imagens, então digam o que vocês acharam! Nos sigam no Instagram @unicorniodepapel e se inscrevam com o email, para receber os posts na sua caixa de entrada!!
Anúncios

Taylor Swift Book Tag

E aí meus unicórnios? Hoje trago uma tag meio velhinha, mas que me deu vontade de fazer (porque a bad bateu e eu comecei a ouvir Taylor Swift sem parar). Espero que gostem!

01. Blank Space Um livro que você gostou no inicio mas foi perdendo o encanto durante a leitura.

Capa Slam - poesia amor e tragedia AL V5 0.1.indd

Todo mundo ama esse livro, e eu entendo o porque, mas não consegui gostar dele tanto assim. (Temos resenha dele aqui no blog). A protagonista me deixou mais irritada do que envolvida com a personagem, e a minha salvação foi o Will. O livro todo é bom, mas a Layken me irritou muito!

02. Style – Um livro que não importa quantas vezes você já leu, e sempre vai amar a leitura.

Depois de pensar muito muito acabei escolhendo esses três, que são meus livros preferidos de todos <3.

03. Out Of The Woods – Um livro que você já leu e gostou, mas nunca viu alguém comentando sobre ele. 

capa

Li esse livro há uns três anos, e nunca vi ninguém comentando sobre ele. É um livro muito bom, que envolve mitologia, romance histórico e muito mais!

04. All You Had To Do Was Stay- Um livro que você não conseguiu terminar e já tentou mais de uma vez. 

Fallen blog goticus eternus.jpg

Escolhi Fallen de Laure Kate, porque todas as vezes que peguei esse livro para ler não passei do primeiro capítulo. Não consigo continuar com ele de jeito nenhum, mesmo que eu esteja com muita vontade de lê-lo.

05. Shake It Off – Um livro que todo mundo critica e você adora.

download (24)

Muita gente odeia tanto o livro quanto o filme, mas eu amo essa história! Primeiro vi o filme e já fiquei apaixonada, e quando li, meu amor por ele só aumentou!

06. I Wish You Would – Um livro que você gostaria que tivesse uma continuação.

download (2).png

Eleanor & Park tem o final mais aberto e mais angustiante do mundo! As coisas acabam dando certo, mas as últimas linhas do livro te dão inúmeras possibilidades de continuação, deixando o livro o mais angustiante possível.

07. Bad Blood – Um livro que todo mundo adora mas você não conseguiu gostar.

A_MORTE_DE_SARAI_1417202725424149SK1417202725B

Todo mundo se apaixona pela Sarai e pelo Victor nesse livro, e como eu já falei aqui antes, não consegui desenvolver esse afeto NESSE (foco maior ainda no NESSE) livro, mas ao decorrer da série, consegui gostar muito dos personagens.

08. Wildest Dream – Um livro new adult ou erótico que você recomenda.

51ecWPEoszL._SX316_BO1,204,203,200_

Him é um new adult homossexual, então é o que as pessoas chamam de “pesado”. Eu adorei o livro por conta da história, personagens, e o romance, são só pela parte sexual ou erótica, que também é presente no contexto.

09. I Know Places – Um livro que você achou no sebo, e adorou a leitura.

download

De um tempo para cá eu passei a frequentar sebos com mais frequência do que antes. Tem muitos livros baratos e bons, com a mesma qualidade de livros novos. E é muito legal ter um livro que já teve vários donos, com marcas que mostram a sua trajetória.

10. Clean-um livro que você demorou muito pra superar o final.

11659444_444455085726765_6251552024716780304_n

Ugly Love (apesar do nome) é lindo do começo ao fim. Mesmo as partes tristes, são mostradas de uma forma muita bonita, então superar o final e a forma como tudo aconteceu foi muito difícil.

11. Wonderland – Um livro de fantasia que você recomenda.

download-10

Magisterium é um livro juvenil que todas as pessoas deveriam ler. A fantasia, história, a aventura e a amizade nesse livro são incríveis, e não podíamos esperar nada menos de Holly Black e Cassandra Clare <3.

12. New Romantics – Um livro que aborde o tema liberdade.
Capa (1)
Mesmo sendo um new adult, e tendo aquela coisa de “você é minha” e blá, Estranha Perfeição mostra a liberdade de uma forma diferente, na minha opinião. Depois de anos com uma mãe mentalmente instável, Della é finalmente livre para conhecer o mundo e o que ele reserva, e também é livre para amar<3.
13. Musica Bonûs: Come back, Be here – Um livro que narra um relacionamento a distancia.
download-11
Bela Distração, além de contar a história de Trent e Cami, também mostra algumas partes do relacionamento de Cami à distancia com T.J (ô casalzinho sem graça).
Essa foi a tag, eu espero que tenham gostado, porque foi muito divertido fazê-la! Não se esqueçam de se inscrever, comentar e nos seguir!
INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Tag 7 Pecados Capitais

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago a tag 7 Pecados Capitais (já tem um tempinho que eu quero fazer essa tag) e eu espero que vocês gostem!

1-Avareza: Qual seu livro mais caro e o mais barato?

Meu livro mais barato é Diário de uma Paixão, do Nicholas Sparks, que custou 4 reais numa banca de jornal bem velha no centro haha, e o mais caro é Princesa Mecânica da Cassandra Clare que custou 42 reais (que doem um pouco no bolso).

 

2-Ira: Com qual autor você tem uma relação de amor e ódio?

download (3)

Já mencionei o livro aqui antes (tem resenha, se quiser ler clique aqui) mas ao meso tempo que eu amo Gavin e a história, a Emily é o que me faz odiar o livro muitas vezes. Extremamente indecisa e cega, tornando o livro um muitinho pior.

3-Gula: Qual livro você devorou sem vergonha alguma?

download (12)

O livro é tão bom, os personagens são tão incríveis, que eu não tenho nenhuma vergonha em admitir que li em um dia (mais da metade durante as aulas que eu supostamente deveria prestar atenção).

4-Preguiça: Qual livro você tem negligenciado devido a preguiça?

download-8

Não estou negligenciado por preguiça (não exatamente), mas porque essa série e essa autora são tão especiais para mim, que eu quero esperar pelo momento certo, para aproveitar a leitura o máximo possível!

5-Orgulho: Que livro você tem mais orgulho de ter lido?

503902_capa_g

Eu geralmente não gosto de exibir os livros que leio, mas esse eu particularmente me orgulho, por ter sido um livro que li à pedido da escola, que eu realmente gostei, e tive a chance de conhecer o autor, Mario Teixeira, que também escreveu a novela Liberdade, Liberdade, da rede Globo.

6-Luxúria: Que atributos você acha mais atraentes em personagens femininos e masculinos?

Em personagens femininos, mulheres fortes e inteligentes, como a Tamara de Magisterium, e até a Abby, de Belo desastre (apesar dos pesares), mas que sabem reconhecer a hora em que precisam de outras pessoas além delas mesmas. Em personagens masculinos, senso de humor, carinho e quando eles sabem que não podem proteger as mocinhas de tudo, mesmo que as amem muito, como Liam Quinn de Coração Perverso (tem resenha aqui no blog), e Lucas de Easy, que apesar de querer proteger Jacqueline, sabe que ela precisa enfrentar certas batalhas sozinha.

7-Inveja: Qual livro você gostaria de ganhar presente?

download-9

A lista é enorme, mas principalmente O Caderninho de Desafios de Dash e Lily, de David Levithan e Rachel Cohn, por ser um livro que se passa na época de Natal, que é época de ganhar presentes.

Essa foi a tag, espero que vocês tenham gostado! Se inscrevam para receber por e-mail sempre que tiver post novo, comentem e nos sigam no Instagram!

Resenha: Renascença

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Sei que estamos um pouco sumidas, mas final de ano no colégio não é nada fácil haha. Hoje trago resenha de um livro um pouco diferente dos gêneros que têm aparecido aqui ultimamente, mas espero que vocês gostem!!

download

Título: Assassin’s Creed: Renascença

Série: Assassin’s Creed #1

Autor: Oliver Bowden

Editora: Galera Record

Número de páginas:378

Renascença é a primeira adaptação da famosa série de videogames Assassin’s Creed, produzida pela Ubisoft.

O livro tem início no século XV, na Itália Renascentista, mostrando Ezio Auditore em sua juventude, regada a dinheiro, bebida e mulheres. Mas isso muda repentinamente quando sua casa é atacada e seu pai e seus dois irmãos são levados pela família rival, os Pazzi. A época é marcada pelo conflito entre famílias ricas, que governam as cidades.

A família de Ezio é levada e executada por traição, na sua frente, levando-o a seguir um caminho que jamais havia imaginado. Ele acaba por descobrir a Ordem dos Assassinos, da qual seu pai fazia parte, e os Templários, inimigos milenares dos Assassinos, que estão em busca de artefatos divinos.

“Quando os outros homens seguirem cegamente a verdade, lembra-te… Nada é verdade. Quando os outros homens estiverem limitados pela moralidade ou pela lei, lembra-te…Tudo é permitido. Nós trabalhamos nas sombras para servir a luz. Nós somos Assassinos. Nada é verdade, tudo é permitido.”

Assim, sentindo-se na obrigação de continuar o legado de seu pai, ele segue na Ordem dos Assassinos, lutando contra os Templários.

“Ezio não hesitou. Era a vida dele ou a de seus amigos, e então deu valor às novas técnicas que seu tio tinha insistido em lhe ensinar. Rapidamente, concentrando a mente e os olhos na quase escuridão, puxou duas facas e as atirou, uma depois da outra, com precisão mortal. A primeira atingiu um dos arqueiros na nuca – o golpe o matou instantaneamente. O homem caiu por sobre as ameias sem um sussurro sequer.”

A história se torna um pouco monótona em algumas partes, mas os momentos mais parados são superados por grandes acontecimentos.

Fiquei muito curiosa para ler o livro porque eu adoro livros históricos, que envolvem vários aspectos políticos e sociais da época contada, mas que ainda assim, tem uma história própria, etc. Também tem o fato de que muitos personagens do livro realmente existiram, deixando tudo mais interessante.

O livro é um pouco pesado no quesito acontecimentos, mas a linguagem e a leitura são fluidas e fáceis de serem entendidas, com algumas palavras em italiano, contendo um glossário no final, tanto de palavras quanto de personagens, deixando toda a estrutura do livro melhor ainda.

Mesmo não tendo jogado os videogames, a história conseguiu me envolver muito, me fazendo entender melhor a época (e as aulas de história) haha.

download-1

A série tem 8 livros publicados no Brasil, todos pela Galera Record, além dos quadrinhos e livros especiais.

13243748-904709262985575-2248473480099300768-o_u5tf.jpg

O filme está em processo de pós-produção e chega aos cinemas no final de 2016 nos EUA e em janeiro no Brasil.

Estrelinhas: 5 + ❤

Links para aquisição:

Livraria Cultura

Fnac

Amazon

Saraiva

INSTAGRAM DO BLOG:@unicorniodepapel

Resenha: O Lado Feio do Amor

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Depois de dois meses parados aqui e no Instagram, agora voltei com total disposição para tirar o pó desse blog! Esse mês teremos várias resenhas, acumuladas desde o final de junho, então o conteúdo vai ser o mais diverso possível!

11659444_444455085726765_6251552024716780304_n

 

 

Título: O Lado Feio do Amor

Autora: Colleen Hoover

Editora: Galera Record

Número de páginas:336

O livro conta a história de Tate Collins, uma jovem estudante de enfermagem, que acaba de se mudar para o apartamento de seu irmão para se dedicar ao seu mestrado.

Lá, acaba por conhecer Miles Archer, um piloto experiente, extremamente atraente e misterioso, que é nada mais nada menos, que seu vizinho e melhor amigo de seu irmão, Corbin.

Os dois sentem uma enorme atração um pelo outro, mas Miles é cheio de segredos e sentimentos escondidos, o que cria uma barreira em volta dele. Tate parece disposta a quebrar essa barreira, apesar das rejeições do outro.

“-O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes  você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho.”-Miles.

Os dois acabam fazendo uma espécie de acordo: se envolveram, mas não passará do físico e do desejo, sem emoções, sem perguntas ou esperanças. Tate não pode perguntar sobre o passado de Miles, nem esperar um futuro. Mas como sente algo forte por Miles, aceitará tudo que ele puder lhe dar.

“São os momentos bonitos como esse que fazem valer a pena o amor feio.”

Até descobrirmos o grande segredo do passado de Miles, o achamos uma pessoa extremamente fria e insensível, porque é o que ele deixa transparecer, mas aos poucos as lacunas e pedaços vão se encaixando e um novo Miles é revelado.

Tate me pareceu fraca demais, apesar de eu ter gostado muito da personagem. Mas o ato de se jogar de cabeça em um relacionamento que de início não levaria à lugar nenhum, me pareceu extremo e desesperado demais. Mas ela ainda consegue ser cativante e apaixonante, apesar de tudo.

O livro é rápido, e te prende pelo fato de querer descobrir mais sobre o passado de Miles e o que acontecerá entre ele e Tate.

Um filme está em estágio de produção, e já tem o protagonista, Miles Archer, definido. Será interpretado por Nick Bateman.

download (22).jpg

Estrelinhas: 5 + ❤

Links para aquisição:

Saraiva

Amazon

Submarino

Americanas

Instagram do blog: @unicorniodepapel