Resenha: Sonata em Punk Rock

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha de um livro que foi lançado na Bienal do Livro de São Paulo e que é muito muito amorzinho, mas com uma boa pegada de rock!

frente_sonata_bx-680x1024

Título: Sonata em Punk Rock

Série: Cidade da Música #1

Autora: Babi Dewet

Editora: Gutenberg

Número de páginas: 304

 

O livro conta a história de Valentina, ou Tim, como prefere ser chamada, uma garota que tem uma vida extremamente simples, mas que tem um enorme sonho: estudar na melhor escola de música do país, a Academia Margareth Vilela.

Mas, uma mensalidade da academia, seria o total do salário seu e deu sua mãe por um bom tempo, então quando o pai de Valentina aparece em sua vida, depois de ter abandonado sua mãe grávida, e se oferece para pagar por seus estudos, ela mal hesita antes de aceitar.

“Se esse tipo de coisa era comum na Margareth Vilela, ela já tinha começado a gostar muito do lugar.”

Assim que chega à Academia, se sente mais deslocada do que um dedão machucado. Todos são adeptos da música e dos instrumentos clássicos, além terem muito dinheiro. Valentina acha que música clássica é música de elevador, só toca guitarra, que aprendeu na internet e mal tinha dinheiro para sustentar sua casa.

“O rock’n’roll de Valentina tinha ficado mais alto e se tornado, de alguma forma, obrigatório.”

Lá, ela tem que estudar algum instrumento clássico, e escolhe o piano. Mas a única coisa que ela sabe tocar, é a música do comercial de iogurte. Então, resolve pedir ajuda a Kim, um dos melhores alunos da Academia, filho da diretora, e a pessoa que sem sombra de dúvida, mais odeia Valentina.

Com um pouco de chantagem, e curiosidade sobre a garota que se veste estranhamente, Kim aceita dar aulas de piano à Valentina. Os dois acabam se aproximando e logo Valentina percebe que tem sentimentos muito fortes por ele, mas não sabe se é correspondida.

“A letra da música era bem condizente com a situação e Kim detestaria dmitir para si mesmo que Valentina tinha se tornado tão bonita para ele que era impossível parar de pensar nela.”

Esse livro é extremamente cativante. A situação de Valentina, logo no início, faz com que muitas pessoas se identifiquem, querendo saber aonde a história da personagem e seu sonhos, irão chegar.

Todas as letras de músicas, rock ou não, definitivamente tornaram o livro uma obra de arte maior ainda. Todas as músicas, sem exceção, se encaixaram perfeitamente nos acontecimentos e sentimentos dos personagens.A leitura é fácil e flui muito bem, tornando tudo mais prazeroso. A escrita da Babi era uma coisa nova para mim, então foi uma ótima surpresa poder experimentar seu jeito de contar uma história.

O livro faz parte de uma trilogia, Cidade da Música. Cada livro terá histórias diferentes e independentes (e eu realmente espero que o segundo livro saia logo, porque eu mal posso esperar para embarcar para a Cidade da Música mais uma vez!).

É uma história repleta de amizade, amor, carisma e muita música, que nos mostra que não podemos esquecer quem realmente somos, independente do quanto os que estão ao redor de nós, sejam diferentes.

*Também tivemos a oportunidade de conhecer (e babar muito) a Babi na Bienal do Livro. Repara só na fofura (e no meu ataque de Fangirl)!

Estrelinhas: 5+ ❤

Links para aquisições:

Amazon

Saraiva

Submarino

Livraria Cultura

INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Resenha: Muito mais que o acaso

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha de mais um livro adquirido na Bienal, e que eu tive a oportunidade de conhecer o autor no lançamento de seu primeiro livro! Ele é filho Bianca Briones, a autora da série Batidas Perdidas,  As Fases da Lua e Como se Fosse Magia.

shopping

Título: Muito Mais que o Acaso

Autor: Athos Briones

Editora: Gutenberg

Número de páginas: 159 

O livro conta a história de Victor, um garoto comum, de um bairro simples de São Paulo, que acaba de mudar para uma escola de pessoas de nível financeiro diferente, com uma bolsa de estudos por jogar futebol extremamente bem.

“Que mundo triste este em que um garoto pensa que todos que lhe oferecem algo bom estão esperando receber outra coisa em troca (…) É que sempre é assim não é mesmo?”

Ele sonha em proporcionar uma vida melhor para sua mãe e sua irmã, e agora com essa oportunidade em mãos, ele não pode deixá-la passar, apesar de estar completamente fora de sintonia com seu novo colégio, no primeiro momento.

 “Agora eu estava com um pé em cada mundo e nunca me senti tão perdido.”

Em sua nova escola, acaba conhecendo Sophia, em quem acaba confiando seu coração, pouco a pouco, além de seus amigos Matheus e Leo, que apesar de terem vidas diferentes, fazem com que Victor se encaixe quase que perfeitamente na nova escola.

“O ensino médio é uma loucura. É quando começamos a nos descobrir e tentamos ajudar uns aos outros para que façam o mesmo. O destino me trouxe para a vida de Sophia e a trouxe para a minha, porque ele sabia que precisávamos um do outro.”

Victor e Sophia iniciam uma espécie de relacionamento, quando começam a cuidar de uma cadela que acabou de dar a luz, e que Sophia trouxe para o colégio. Com isso, os dois acabam se aproximando bastante, apesar das diferenças.

” Ela me faz bem apenas por estar perto e eu estou gostando muito disso. “
O livro é bem curtinho e tem uma escrita bem levinha, o que deixa a leitura muito gostosa. Muitas gírias e mensagens, que são normais e constantes no nosso dia aparecem no livro, e é muito legal ver que o autor incorporou coisas normais e atuais ao livro.
Também é muito interessante a maneira como a realidade de muitos jovens é mostrada de maneira extremamente realista, como a simplicidade, escolha de carreira por pressão, entre outras coisas que deixam o livro mais próximo dos leitores.
Victor e Sophia são meu novo casal 20, sem sombra de dúvida. Os dois se completam de uma maneira muito bonita, com simplicidade, honestidade e muito amor <3.
Cada vez que algo muito fofo entre eles acontecia, e eu lembrava que faltavam poucas páginas para que o livro acabasse, eu quase implorava por mais 200 páginas, pelo menos!
foto
Bem cansada e com muita dor no corpo, mas feliz e tendo mais um ataque de Fangirl, tudo ao mesmo tempo!
Estrelinhas: 4
Links para aquisição:
INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel