Resenha: Sonata em Punk Rock

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha de um livro que foi lançado na Bienal do Livro de São Paulo e que é muito muito amorzinho, mas com uma boa pegada de rock!

frente_sonata_bx-680x1024

Título: Sonata em Punk Rock

Série: Cidade da Música #1

Autora: Babi Dewet

Editora: Gutenberg

Número de páginas: 304

 

O livro conta a história de Valentina, ou Tim, como prefere ser chamada, uma garota que tem uma vida extremamente simples, mas que tem um enorme sonho: estudar na melhor escola de música do país, a Academia Margareth Vilela.

Mas, uma mensalidade da academia, seria o total do salário seu e deu sua mãe por um bom tempo, então quando o pai de Valentina aparece em sua vida, depois de ter abandonado sua mãe grávida, e se oferece para pagar por seus estudos, ela mal hesita antes de aceitar.

“Se esse tipo de coisa era comum na Margareth Vilela, ela já tinha começado a gostar muito do lugar.”

Assim que chega à Academia, se sente mais deslocada do que um dedão machucado. Todos são adeptos da música e dos instrumentos clássicos, além terem muito dinheiro. Valentina acha que música clássica é música de elevador, só toca guitarra, que aprendeu na internet e mal tinha dinheiro para sustentar sua casa.

“O rock’n’roll de Valentina tinha ficado mais alto e se tornado, de alguma forma, obrigatório.”

Lá, ela tem que estudar algum instrumento clássico, e escolhe o piano. Mas a única coisa que ela sabe tocar, é a música do comercial de iogurte. Então, resolve pedir ajuda a Kim, um dos melhores alunos da Academia, filho da diretora, e a pessoa que sem sombra de dúvida, mais odeia Valentina.

Com um pouco de chantagem, e curiosidade sobre a garota que se veste estranhamente, Kim aceita dar aulas de piano à Valentina. Os dois acabam se aproximando e logo Valentina percebe que tem sentimentos muito fortes por ele, mas não sabe se é correspondida.

“A letra da música era bem condizente com a situação e Kim detestaria dmitir para si mesmo que Valentina tinha se tornado tão bonita para ele que era impossível parar de pensar nela.”

Esse livro é extremamente cativante. A situação de Valentina, logo no início, faz com que muitas pessoas se identifiquem, querendo saber aonde a história da personagem e seu sonhos, irão chegar.

Todas as letras de músicas, rock ou não, definitivamente tornaram o livro uma obra de arte maior ainda. Todas as músicas, sem exceção, se encaixaram perfeitamente nos acontecimentos e sentimentos dos personagens.A leitura é fácil e flui muito bem, tornando tudo mais prazeroso. A escrita da Babi era uma coisa nova para mim, então foi uma ótima surpresa poder experimentar seu jeito de contar uma história.

O livro faz parte de uma trilogia, Cidade da Música. Cada livro terá histórias diferentes e independentes (e eu realmente espero que o segundo livro saia logo, porque eu mal posso esperar para embarcar para a Cidade da Música mais uma vez!).

É uma história repleta de amizade, amor, carisma e muita música, que nos mostra que não podemos esquecer quem realmente somos, independente do quanto os que estão ao redor de nós, sejam diferentes.

*Também tivemos a oportunidade de conhecer (e babar muito) a Babi na Bienal do Livro. Repara só na fofura (e no meu ataque de Fangirl)!

Estrelinhas: 5+ ❤

Links para aquisições:

Amazon

Saraiva

Submarino

Livraria Cultura

INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Anúncios

Resenha: Muito mais que o acaso

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago resenha de mais um livro adquirido na Bienal, e que eu tive a oportunidade de conhecer o autor no lançamento de seu primeiro livro! Ele é filho Bianca Briones, a autora da série Batidas Perdidas,  As Fases da Lua e Como se Fosse Magia.

shopping

Título: Muito Mais que o Acaso

Autor: Athos Briones

Editora: Gutenberg

Número de páginas: 159 

O livro conta a história de Victor, um garoto comum, de um bairro simples de São Paulo, que acaba de mudar para uma escola de pessoas de nível financeiro diferente, com uma bolsa de estudos por jogar futebol extremamente bem.

“Que mundo triste este em que um garoto pensa que todos que lhe oferecem algo bom estão esperando receber outra coisa em troca (…) É que sempre é assim não é mesmo?”

Ele sonha em proporcionar uma vida melhor para sua mãe e sua irmã, e agora com essa oportunidade em mãos, ele não pode deixá-la passar, apesar de estar completamente fora de sintonia com seu novo colégio, no primeiro momento.

 “Agora eu estava com um pé em cada mundo e nunca me senti tão perdido.”

Em sua nova escola, acaba conhecendo Sophia, em quem acaba confiando seu coração, pouco a pouco, além de seus amigos Matheus e Leo, que apesar de terem vidas diferentes, fazem com que Victor se encaixe quase que perfeitamente na nova escola.

“O ensino médio é uma loucura. É quando começamos a nos descobrir e tentamos ajudar uns aos outros para que façam o mesmo. O destino me trouxe para a vida de Sophia e a trouxe para a minha, porque ele sabia que precisávamos um do outro.”

Victor e Sophia iniciam uma espécie de relacionamento, quando começam a cuidar de uma cadela que acabou de dar a luz, e que Sophia trouxe para o colégio. Com isso, os dois acabam se aproximando bastante, apesar das diferenças.

” Ela me faz bem apenas por estar perto e eu estou gostando muito disso. “
O livro é bem curtinho e tem uma escrita bem levinha, o que deixa a leitura muito gostosa. Muitas gírias e mensagens, que são normais e constantes no nosso dia aparecem no livro, e é muito legal ver que o autor incorporou coisas normais e atuais ao livro.
Também é muito interessante a maneira como a realidade de muitos jovens é mostrada de maneira extremamente realista, como a simplicidade, escolha de carreira por pressão, entre outras coisas que deixam o livro mais próximo dos leitores.
Victor e Sophia são meu novo casal 20, sem sombra de dúvida. Os dois se completam de uma maneira muito bonita, com simplicidade, honestidade e muito amor <3.
Cada vez que algo muito fofo entre eles acontecia, e eu lembrava que faltavam poucas páginas para que o livro acabasse, eu quase implorava por mais 200 páginas, pelo menos!
foto
Bem cansada e com muita dor no corpo, mas feliz e tendo mais um ataque de Fangirl, tudo ao mesmo tempo!
Estrelinhas: 4
Links para aquisição:
INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Top alguns livros que me fizeram viajar

tumblr_inline_mqdsgzTcgd1qz4rgp

E aí meus unicórnios, como vão vocês? Hoje trago Top alguns livros que me fizeram viajar, pelos simples fato de que eu estou colocando os livros que me vieram a cabeça na hora, então não me julguem pelo título estranho.

1-Nova Iorque

Esses três livros se passam em Nova Iorque, mostrando partes diferentes da cidade, fazendo com que você morra de vontade de frequentar os lugares que os personagens frequentam <3. Sem falar que os personagens e suas histórias são apaixonantes (tirando o Dillon de Tensão, mas isso é comentado na resenha).

2-Inglaterra

 

Inglaterra é um dos destinos mais modinha e clichê, porém ainda é meu sonho <3. Esses três livros retratam fases e regiões diferentes do lugar. Em Fazendo Meu Filme 2, podemos ver Brighton em detalhes. Em As Peças Infernais, podemos ver a Londres da era vitoriana, não com tanto foco no governo, mas ainda assim te faz querer viajar no tempo e conhecer o lugar na época!

3-Flórida

Nova Imagem (1)

Com certeza a série Rosemary Beach, de Abbi Glines, faz você querer pegar o primeiro avião para lá! É uma pequena cidade, mais conhecida por suas casas de veraneio. Na série, é mostrado um clube, o Country Club Kerrington (provavelmente é fictício), que com certeza te faz querer visitar o lugar e conhecer esse lugar que os personagens tanto amam <3.

4-Alabama

blogger-image--2030363527

Já falei bastante dessa série aqui, principalmente de Hold On Tight, o oitavo livro da série. Essa série se passa aos arredores da ilha de Sea Breeze, no Alabama, mais precisamente na cidade de Toocalosa, também no Alabama. É uma cidade praiana, e aparentemente muito divertida, pelo menos pelo que é mostrado nos livros, e realmente me fez querer viajar para lá, e visitar o Live Bay (uma espécie de clube à céu aberto que os personagens frequentam) e as praias tão mencionadas <3.

Esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado, assinem por e-mail, para receber sempre que nós atualizarmos o blog, comentem e curtam. Até a próxima!

INSTAGRAM DO BLOG: @unicorniodepapel

Crush Literário Book Tag

E aí, meus unicórnios, como vão vocês? Hoje vim responder uma tag muito engraçada que vi no canal da Thaís Rozendo (a diva Tha do Team Maddox <3). Adaptei algumas perguntinhas, para ficar mais acessível aos jovens menores de 18 anos hahahaha.

1- “É oficial: fui 100% ignorado pelo crush. Podem me dar meu certificado de trouxa.” – Sua maior decepção literária.

oteoremakatherine

Tenho quase certeza de que essa não foi só a minha grande decepção. Esperava muito mais desse livro, e esperava aprender matemática na escola, não com o Tio João Verde.

2- “Foto do crush como wallpaper do celular: Quem nunca?!” – Livro que tem o modelo mais bonito na capa

download (5)

Amo essa capa, amo esse livro, é meu preferido da trilogia, amo o Jem, amo tudo <3!

3) “Tava indo tão bem com o crush, mas aí ele fez um comentário machista. Tadinho.” – Livro com um personagem babaca

download (6)

Escolhi o Krit, de Bad For You, o sétimo livro da série Sea Breeze de Abbi Glines. Ele é um babaca em relação às mulheres por ter uma boca extremamente suja, e às vezes um babaca em relação à Blythe, mas também consegue ser extremamente fofo <3!

4- “Olha onde cheguei, brigando por causa de crush” – Livro ou autor que alguns não gostam e você defende passionalmente

Anexos-de-Rainbow-Rowell

Todos sabem que eu amo a Rainbow do fundo do meu coração, e defendo todos os livros dela, é uma das autoras que mais falo, em todo lugar, e os livros dela são maravilhosos<3!

5- “A sua noite já está ruim, dai tudo que você precisa saber é que o seu crush vai ficar com alguém hoje… turma não tem noção mesmo, não preciso saber disso” – Livro com ótimas descrições dos acontecimentos.

Capa (1)

Quem leu Tia Abbi sabe que detalhe é pouco para descrever o que essa mulher faz nas cenas mais calientes hahaha!

6- “Fui curtir uma foto antiga do crush pra ele se tocar que to stalkeando, mas percebi que já tinha curtido tudo. Não sei lidar.” – Autor que você já leu todos, ou a maioria dos livros publicados.

imagem.aspx-2

Escolhi a Tia Paula Pimenta para não ficar muito repetitivo, já que só falta um livro da Cassandra Clare lançado aqui para eu ler.

7- “Você vê que o nível tá critico quando tu procura o nome do crush na busca do twitter mesmo sabendo que ele não tem twitter” – Livro que você está ansioso pelo lançamento.

dama-da-noite.jpg

O fandom shadowhunter inteiro está ansioso para este livro, e mesmo estando ansiosa para outros lançamentos desse primeiro semestre, esse é o que está me deixando contando os segundos!

8- “O pior de mandar mensagem com sono pro crush é que ele responde e NÃO TEM ASSUNTO” – Livro que você comprou por impulso e ainda não leu

Mais uma Chance capa em alta

O ÚNICO comprado e não lido, de todas as minhas prateleiras! Mas só fazem duas semanas, então a gente releva.

9- “O que a gente faz quando o crush corresponde? Nunca cheguei nessa fase do jogo e estou perdido!” – Livro que excedeu as expectativas que já eram altas.

download (7).jpg

A comunidade literária do YouTube inteira só sabia falar desse livro, e como sou uma pequena Maria Vai Com As Outras às vezes, fui com a maior expectativa e ela foi completamente superada. Quem leu sabe do que estou falando.

10- “E quando até ler crush te dá preguiça?” – Livro que você tem há muito tempo e ainda não leu.

Não tenho nenhum livro para colocar nessa pergunta hahahaha. Sempre que compro os livros já leio em seguida, exatamente por não gostar de acumular livros não lidos.

Essa foi a Tag, espero que tenham gostado, divulguem, comentem, assinem e até a próxima!

INSTAGRAM DO BLOG:@unicorniodepapel

Ed Sheeran Book Tag

E aí meus unicórnio, como estão? Hoje trouxe a Ed Sheeran Book Tag, que vi lá no canal da Melina Souza, e como sou super fã desse ruivo maravilhoso, quis compartilhar com vocês <3!

1-Take It Back:um livro que você se arrependeu de ter comprado.

images (3)

Não que eu tenha me arrependido, mas foi um tanto quanto desnecessário. Foi na sessão de autógrafos de Minha Vida Fora de Série 3, ano passado, e achei que poderíamos autografar mais de um livro da Paula Pimenta, mas só na hora da entrada que nos avisaram que não era permitido, ou seja, quebrei a cara lindamente, apesar de ter valido a pena rever a autora <3.

2-One:o primeiro livro que te marcou.

8 minutos

Esse livro me marcou por ter sido o primeiro livro de escola que eu li e realmente gostei, que me fez ler mais e mais no ano seguinte!

3-Kiss Me:um livro que tenha um personagem que você se apaixonou loucamente

images (4)

Se eu quisesse ser bem óbvia, poderia ter simplesmente falado Travis, de Belo Desastre e pronto. Mas, como todos sabem do meu amor por BD, não preciso sair enfiando ele em várias tags. Por isso, escolhi Rush Finlay, da série Rosemary Beach de Abbi Glines. Sei que esse não é o primeiro livro da série, mas foi o que me mostrou um lado de Rush que não conhecia, que me fez amá-lo ainda mais.

4-The A Team:um livro que entrou para o seu Top 5 da vida

download (1)

Mais um da tia Rainbow, mas entendam, tenham um carinho enorme pelos livros desse mulher <3. A história é maravilhosa, te deixa intrigado e tem um final destruidor de lares, mas continuo amando mesmo assim.

5-The City:um livro que se passa em alguma cidade que você ama.

download (3)

Escolhi Tensão, por se passar em Nova Iorque, que é uma das minhas cidades preferidas, apesar de não ter conhecido (ainda). E temos o maravilindo Gavin, que ta,mbém ajuda na escolha do livro. Em breve, resenha aqui no Blog!

6-One Night:um livro que você virou a noite lendo.

download

E escolhi Sr. Daniels, por ter acordado às quatro da manhã para terminar, o que aconteceu em menos de um dia. Esse livro é maravilhoso, e já tem resenha aqui no blog!

7-Let It Out:um livro que assim que acabou fez você sentir que precisava conversar com alguém sobre

18870150

Assim que acabei o oitavo livro da série Sea breeze, de Abbi Glines, corri para conversar com minha amiga Nádia, do Rush Too Far, que entendeu todas as minhas mensagens gritando o nome do Dewayne (meu personagem favorito da série), que aguentou quando mandei duzentos mil mensagens em menos de cinco minutos, que mandou todos os livros para mim e que não ficou brava quando li os livros antes dela <3.

8-You Break Me:um livro que te deixou bem mal.

A_MORTE_DE_SARAI_1417202725424149SK1417202725B

Esse livro me deixou bem mal por ter sido muito ruim, pelo menos para mim. A única pessoa que realmente me chamou a atenção no livro nem apareceu direito na história, e o final foi muito ruim para mim, me deixando numa ressaca enorme. Mas admito que o segundo foi bem melhor.

9-Smile:um livro que te deixou feliz.

Capa

O livro me deixou feliz por ser o final de um quarteto que se tornou muito querido por mim em pouco tempo, por ter sido super fofo e romântico, que acompanhou uma das minhas fases bem melosas <3.

10-I can’t spell: um livro ou autor que você não consegue pronunciar o nome.

download (4)

Como eu tenho a língua presa, não consigo falar o nome dessa mulher nem com reza. Poderia ter posto a J. A Redmerski, mas como ela já apareceu aqui, resolvi por a tia destruitora Becca mesmo.

Essa foi a Tag, espero que tenham gostado, e não vou marcar ninguém porque nem todos gostam de Ed Sheeran (não sei como). Beijos de luz e até a próxima!

INSTA DO BLOG:@unicorniodepapel